quarta-feira, dezembro 14, 2005

Uma pequena homenagem

Hoje a D. Altina, avó do Ricardo, disse-nos adeus.

Eu conheci pouco a D. Altina. Nos últimos 4 anos, uma doença degenerativa foi-lhe roubando muitas das suas faculdades. Como eu a conheci melhor foi através das histórias que o Ricardo me conta... De como, já com a idade bem avançada, levantava-se cedo para ir ao mercado comprar legumes e frutas e vinha carregada de Lisboa até Queluz, de comboio, para levar estas coisas boas da terra para casa dos netos... Dos almoços aos domingos, em sua casa, com cheirinho a frango assado no forno... Das suas lutas pela vida, para que nada faltasse aos filhos...

O que eu recordo hoje com carinho foi a maneira como ela me recebeu na família. Apesar de ser uma mulher de tradições, sempre aceitou as nossas opções, e até com humor. Quando eu e o Ricardo nos juntámos e fomos morar para uma casa alugada em Odivelas, a D. Altina telefonou ao Ricardo e perguntou: "Olha lá, em que igreja casaste tu?!"... Não quis deixar de dar o toque, de nos dizer que faltava ali uma cerimónia e um padre... mas disse-nos de tal forma, que eu senti que ela estava feliz pelo Ricardo e por mim! Mais de um ano e meio depois, quando formalizámos a união, eu com uma barriga de 7 meses e meio e no civil, a D. Altina agarrou-se a nós, feliz e com lágrimas de alegria dos olhos.

Apesar de ser o fim de 4 anos de angústia e sofrimento, este não deixa de ser um dia triste.

Obrigado D. Altina.

2 comentários:

zm disse...

Manda um abraço ao Ricardo.
Beijinhos para ti e para os garotos.
Como dizem os franceses: bon courage!
ZM

Marques disse...

:( Acho que me lembro dela, pequenina e com um ar simpático... com ar de avó. Beijos para ti e para o Ricardo.